Todo mundo tem um bom motivo para procurar uma clínica de estética e ficar mais bonita. O que nos diferencia de qualquer outra clínica é que aqui, o seu motivo - que pra nós, é o maior de todos - sempre vem em primeiro lugar. Isso mesmo. Na MM, nós gostamos de conversar com você, gostamos de conhecer você. Porque acreditamos que assim, podemos compreende-la melhor e chegarmos sempre ao melhor resultado.

TRATAMENTOS

Carboxiterapia

A Carboxiterapia consiste na aplicação subcutânea de dióxido de carbono (CO2) com fins terapêuticos, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos.

Emagrecimento

A  MM  Clínica  de  Emagrecimento e Estética  acredita na relação  transparente com seus pacientes. Por  esse motivo,  desde o primeiro contato com o

Drenagem Linfática

Técnica de massagem aplicada por um fisioterapeuta, realizada através de movimentos leves e suaves que estimulam o sistema linfático a eliminar, atrav

Aplicação de enzimas (Mesoterapia)

A Mesoterapia consiste na aplicação de medicamentos sob a pele. É majoritariamente usada em clinicas de emagrecimento, e, no Brasil, é realizada apena

Voltar ao topo

CASOS DE SUCESSO

  • Sempre estive acima do peso. Além de me sentir triste e um pouco excluída, sou doméstica e esses quilos a mais me prejudicavam no trabalho. Meus joelhos doíam e me sentia cansada. Era muito ruim viver assim. Procurei ajuda da MM e fui extremamente bem tratada. O Dr. Memorino conversou muito comigo, tirou minhas dúvidas e aceitei fazer o tratamento. Parecia mentira, mas perdi 17,5 kg em 3 meses. Sinto-me bem e principalmente, feliz!

    Miriam Amaral, doméstica
  • Certa vez, fiz alguns exames de sangue e percebi aumento no colesterol e índice de glicemia. Procurei um médico e ele me recomendou perder alguns quilos e começar a praticar exercícios. Fiquei preocupada e como tenho pouco tempo para academia, acabei procurando a MM para acelerar meu processo de emagrecimento e melhorar minha saúde. Perdi 6 kg em 2 meses, comecei a praticar esportes e meus índices de colesterol e glicemia estão controlados. Obrigada, Dr. Memorino e Dr. Adriana pela atenção com que me trataram.

    Angeliete França, professora universitária
  • Eu e meu marido queríamos um filho. Estava na hora de darmos esse passo importante em nossas vidas. Como eu sei que a grande maioria das mulheres ganha muito peso durante a gravidez, quis me preparar para isso e perder alguns quilos antes. Foi quando procurei o Dr. Memorino e obtive ótimos resultados: perdi 8 kg em 2 meses – ah, e claro, consegui engravidar!

    Suelen Mendes, secretária
  • Eu sofro com a obesidade desde a infância. Hoje, com 45 anos, consegui vencer um grande desafio: perdi 15 kg através do acompanhamento cuidadoso e atencioso do Dr. Memorino e da Dr. Adriana. No final das contas, compreendi que jamais teria chegado a esse resultado, se não fosse o fato deles entenderem meu problema, meu medo, meus anseios e cuidarem da minha saúde, como cuidariam de uma filha, de uma amiga. Me sinto segura com eles e sei que posso continuar meu tratamento.

    Célia Lúcia da Silva, funcionária administrativa
  • Sou psicóloga e o que mais me chamou atenção na MM foi como fui atendida e como ouviram meu problema. Eu sempre quis emagrecer, mas sempre tive muita dificuldade para fazer isso. O Dr. Memorino me compreendeu desde o primeiro minuto e nossa primeira consulta foi muito esclarecedora e confortável. Alcancei todos os resultados que queria, perdi 17 kg ao final do tratamento e me sinto bem com meu corpo. Ninguém melhor do que eu, psicóloga, para saber o quanto isso é importante para uma pessoa ter sua auto-estima recuperada.

    Jocilene de Oliveira, psicóloga, programmer
  • Perder 3 ou 4 kg, apenas isso já me faria sentir melhor. Comentei com uma amiga e ela me recomendou a MM. Fui até a clínica e me senti confortável ao falar sobre minhas vontades, tão a vontade que também fiz aplicações de enzimas logo na primeira consulta. No final do tratamento com 7 sessões, perdi 16 cm em medidas, além dos quilinhos, claro. Na MM encontrei atenção, alcancei mais do que desejava e minha auto-estima está nas nuvens!

    Carolina Manoel, bancária, manager

Voltar ao Topo

DICAS

  • Dicas para controlar o apetite e não comer além do necessário

    1 - Coma hortelã:
    Coma um pedaço da folha, uma menta, uma xícara de chá, ou até mesmo faça bochechos com sabor de hortelã após as refeições. A hortelã vai inundar seus sentidos e manter sob controle os seus instintos. Como um supressor natural do apetite, ajuda a controlar seus desejos e evitar excessos após as refeições.

    2 - Levantar-se e movimentar-se:
    É mais difícil continuar a comer se você estiver longe do alimento. Assim, quando terminar a refeição, levante da cadeira e caminhe para outro ambiente. A melhor maneira de deixar o seu corpo saber que é hora de parar de comer é mudar de local. Passe da cozinha para a sala de estar e se ocupe de outras tarefas.

    3 - Coma algo doce:
    Às vezes basta uma colher de algo doce para conter a vontade de continuar comendo e finalizar a refeição. Ao invés de comer um cookie, escolha algo saudável. Alimentos à base de água ajudam a saciar. Coma uma porção de melancia, frutas em gomos ou uma semente de romã.

    4 - Faça planos para depois das refeições:
    Se você tiver algo para fazer após a refeição, fica mais fácil evitar segundos desnecessários à mesa e deixar de comer quando estiver satisfeito. Não precisa ser algo grandioso, basta planejar algo para fazer. Isso o ajudará a manter o foco em outra coisa e parar de se alimentar.

  • 10 Alimentos que aceleram o metabolismo

    1 - Água: manter o corpo hidratado acelera o metabolismo além de ajudar a ganhar sensação de saciedade. Outros benefícios de beber água são o aumento da energia, ajudar na saúde em geral e ajudar a perder peso.

    2 - Amêndoas: são um dos lanchinhos preferidos dos nutricionistas, pois fornecem vitaminas e fibras ao organismo, além de fornecer a sensação de saciedade por mais tempo quando comparadas a itens como pães e bolachas.

    3 - Chá-verde: os antioxidantes presentes na bebida ajudam a acelerar o metabolismo. A recomendação é a de começar o dia com uma xícara para começar o processo logo pela manhã.

    4 - Iogurte de baixas calorias: pesquisas apontam que o item na dieta ajuda no processo de perda de peso e ainda é rico em cálcio, que também colabora na tarefa.

    5 - Frutas vermelhas: são ricas em antioxidantes, fibras e de baixa caloria. Ajudam a substituir as opções de doces e pães entre as refeições.

    6 - Salmão: fornece ômega 3 ao organismo, um tipo de gordura essencial para manutenção do corpo. É bom para conferir aspecto de jovialidade ao rosto.

    7 - Carnes magras: as proteínas presentes nas carnes levam bastante tempo para serem digeridas, o que aumenta a sensação de saciedade por mais tempo. Isso faz com que o corpo necessite usar mais calorias para a tarefa.

    8 - Pimenta: uma substância presente no alimento é apontada como aceleradora do metabolismo. Apenas não vale usar os molhos à base de pimenta, pois estes costumam ser muito calóricos.

    9 - Alimentos ricos em vitamina B: ricos em fibras e proteínas, com pouca gordura, alimentos com concentrações de vitamina B também levam mais tempo para serem digeridos, o que ajuda a manter o corpo satisfeito por mais tempo. Não dispense ovos, feijões e outros, como espinafre.

    10 - Maçã: alimento de baixa caloria, a maçã ajuda a acelerar o metabolismo, colaborando para a perda de peso.

  • As saladas também podem ser uma refeição completa

    Fazer dieta é rotina na vida de muita gente, principalmente quando é necessário atingir um objetivo relacionado à saúde. E um prato que não pode faltar, quando se segue uma dieta equilibrada, é o de saladas. E não é novidade que verduras e legumes são a base de uma salada nutritiva, porém, não são ingredientes apreciados por todos, o que pode ocasionar dificuldade para seguir regularmente uma alimentação balanceada. Mas será que é possível deixar a sua salada mais atrativa e gostosa sem perder seus benefícios nutricionais? A resposta é sim. O ideal é incluir molhos à base de suco de frutas, azeites e ervas, e utilizar outros artifícios como mesclar uso de folhas, dividindo a composição entre folhas suaves e amargas. Também vale incluir frutas, frutos secos, oleaginosas (nozes, castanhas) e fontes de proteína, que ajudam a aumentar a aceitação dos pratos. Outro fator importante é utilizar ao menos um alimento de cada grupo alimentar. Entre os grupos temos:

    Carboidratos (pães, batata, mandioca, cará, inhame, mandioquinha, milho);

    Proteína de origem animal (frango desfiado, peito de peru, atum, sardinha, ovo cozido, queijo magro ou ricota);

    Leguminosas ou proteínas de origem vegetal (lentilha, ervilha partida, grão-de-bico);

    Legumes (brócolis cozido, cenoura, beterraba, palmito, pepino, tomate)

    Gorduras (óleos e azeites)

    O ideal é que todas as refeições sejam equilibradas nutricionalmente, e quando as saladas são o único prato da refeição, devem ser compostas em quantidade e diversidade balanceadas. Para isso, a composição adequada deve conter ao menos um alimento de cada grupo, sendo eles carboidratos, proteínas, gorduras, fibras e minerais.